domingo, 11 de janeiro de 2009

O DIA EM QUE A TERRA PAROU DECEPCIONA E PROMOVE UM GRANDE VÁCUO

Com tanta história e vários assuntos que podem virar filmes, resolveram fazer um remake, ou seja, readaptar um filme de 1951. Talvez por ter assunto muito atual - mesmo que a criação do original tenha acontecido há 58 anos atrás - como tentar desvendar um dos grandes mistérios em torno de seres extraterrestres. E talvez também a mensagem mais importante seja o estrago que o ser humano tem feito no planeta terra. Fora o egoísmo, a arrogância e o autoritarismo da nossa raça. O filme “O dia em que a terra parou” começa fisgando a atenção por causa dos efeitos especiais e muita movimentação, mas decepciona próximo do fim, chegando a ser massante. É decepcionante você acompanhar tudo com atenção, pensando que está vendo um ‘filmaço’ e perceber que o fim acompanha o ritmo da proposta da película. Parece que toda a produção dormiu ou perdeu o tesão pelo filme e o finalizou ‘nas coxas’. O roteiro deixa muitas cenas perdidas, diferenciando algumas cenas da ficção científica do original, causando o famoso “vácuo” no telespectador. Definitivamente, fazer algo novo já é difícil, regravar é pior ainda, pois comparações são inevitáveis e é justamente neste momento que a competência ou incompetência dos profissionais são expostas.

Na tentativa de avisar aos moradores do planeta terra que viver em contínuo estado de guerra pode causar sua destruição total, o alienígena Klaatu (estrelado por Keanu Reeves) e um robô gigante, chamado Gort, não são compreendidos ao aterrizar em missão de paz no solo americano. São perseguidos pelas tropas do governo, pois os consideram inimigos.

Destaque para a performance do pequeno Jaden Smith, filho de Will Smith (atualmente em "Sete Vidas"), principalmente quando ele chora a perda do pai no cemitério. Nota zero para a interpretação de Keanu Reeves que parece o cigano Igor (estrelado pelo ator brasileiro Ricardo Macchi, novela Explode Coração de 1995) que fazia a mesma ‘cara’ quando estava feliz ou triste, isto é, completamente inexpressivo.

Nota: 6,5

Confira o trailler:



Ficha Técnica:
Título original: "The Day The Earth Stood Still"
Título no Brasil: "O dia em que a terra parou"
Gênero: Ficção Científica
Classificação etária: 10 anos
Duração: 106 minutos
Ano: EUA – 2008
Estréia no Brasil: 09/01/2009
Distribuidora: 20th Century Fox Film Corporation
Produtora: 3 Arts Entertainment
Direção: Scott Derrickson
Roteiro: David Scarpa, baseado em roteiro de Edmund H. North
Elenco: Keanu Reeves, Jennifer Connelly, John Cleese, Jaden Smith, Kathy Bates, Robert Knepper, Jon Hamm, James Hong

Por: GISELE SANTOS (Boom!)

8 comentários:

raphaelministry disse...

gisele o meu primo encheu pra ir lá ir ver o filme no cinema ontem e se eu tivesse lido tua resenha antes nem teria ido não gostei também e agora o boom naum sai dos meus favorites
pq véi eu tinha raiva de sites esses mil sites de cinema que só falam bem dos filmes e aqui no boom é escrito o que realmente é
se é bom é bom
se é ruim fala que é ruim
continuem assim!

0ooALEoo0 da silva sauro ximba disse...

nossa gi adorei a resenha

eu assisti o filme gostando de tudo, muito fera os efeitos especiais e o robo ficou show, esperava uma senhora luta no final do filme entre o robo e o keanu reeves, mais não aconteceu, o que eu vi foi um final totalmente tosco, parecia que realmente o pessoal perdeu o tesão de fazer o filme logo no finalzinha e acabaram ele de qualquer jeito, a historia é boa e o final é decepcionante.

comparar com o cigano igor foi muito bom, ri demais da conta kkkkk

boom boom boom <<< cada vez mais fera

Janaina Muller disse...

jesus me chicoteia
esse filme é muito ruim mesmo
ainda bem que vi piratão ahuahauhau

Barbara Castro disse...

giiiiiiiiiiiiii vai falar algo do bolt cão ?
eu nem vou ver esse filme da terra parou mais , queria dicas de quais seria legal ir nas férias no cine, pode me dizer?

Gisele Santos - Redação MRC disse...

bom, barbara, no cinema atualmente é legal ver madagascar 2, sete vidas, a troca...

na locadora nas férias seria legal ver hairspray, alvin e os esquilos, o som do coração, controle absoluto, meu nome não é jonhy, kung fu panda, jogos mortais

bolt vou tentar assistir hoje e depois vou postar a resenha , ok

bjus
Gi

Gisele Santos - Redação MRC disse...

pois ééé rapha, aqui ninguém tem rabo preso com ninguém!!! é jornalismo baby ! kakakaka
valeuzão por nos acompanhar!
bjão
Gi

Fabiano Souza disse...

RAPAZ SE A GENTE VAI NA ONDA DOS TRAILLERS E OS MARKETINGS QUEBRAMOS A CARA LEGAL

Alexandra Matias disse...

ainda bem que não sou fã de ficção científica hehehehe