quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

ESPETÁCULOS DE IMPROVISAÇÕES EM ALTA NOS PALCOS

Não importa quem surgiu primeiro. Não importa quem copiou quem. O público cada vez mais procura peças de humor improvisadas, ou seja, onde ele mesmo participe ali mesmo sentadinho na platéia sugerindo frases, lugares, temas, etc. Todos os espetáculos são inspirados no programa "Whose Line is it Anyway?" (Inglaterra e EUA). Funcionam como um jogo, os atores improvisam as esquetes de acordo com temas sugeridos pela platéia. Alguns possuem quadros com tempos diferenciados, muitas vezes reduzidos a cada cena, sendo um grande desafio e envolvendo os presentes que muitas vezes torcem para os artistas não conseguirem realizar.

Grupos disputam a preferência do público

O pessoal do grupo “Improvável” (www.improvavel.com.br) - formado por Rafinha Bastos, Anderson Bizzochi, Elidio Sanna e Daniel Nascimento - estará em Curitiba, no Teatro Regina Vogue, dias 30 e 31/01 e 01/02. Os ingressos já estão esgotados. A temporada semana em São Paulo volta em fevereiro.

Confira o vídeo:



“Zenas Emprovisadas - Z.É.” – (www.zenasemprovisadas.com.br) volta a se apresentar na capital paulista, dias 07 e 08 de março, no HSBC Brasil. Os ingressos estão à venda e variam de 40 a 80 reais. Outras informações www.ingressorapido.com.br . O elenco é composto por Fernando Caruso, Gregório Duviver, Marcelo Adnet e Rafael Queiroga. E como o “Improvável” sempre contam com convidados especiais.

Confira o vídeo:



Existe também "Jogando no Quintal" com atores caracterizados de palhaços - todos com nariz vermelho - com cenas e jogos sobre futebol e torcedores, principalmente fanáticos, agitando ainda mais a platéia do que “Z.É” e "Improvável". O time de palhaços-atletas é formado por Chabilson (Allan Benatti), Olímpio (Cláudio Thebas), Fandango (Cristiano Karnas), Manjericão (Eugênio La Salvia), Rubra (Lu Lopes), Fonseca (Marco Gonçalves), Comendador Nelson (Nando Bolognesi), Manela (Paola Musatti), Mademoiselle Blanche (Rhena de Faria), Adão (Paulo Federal), João Grandão (Márcio Ballas) e Cizar Parker (César Gouvêa). Próximos espetáculos: 31/01 e 01/02, no Teatro Tucarena (SP). Ingressos 40 reais cadeiras e 20 reais banco. Central de informações 11-3188-4156.

Confira o vídeo:



Ponto negativo
Todos esses trabalhos, quando foram criados, tinham objetivo de alcançar um público que não tem muitas condições financeiras de ir em espetáculos 'careiros'. Cobravam preços populares (5 reais). Ultimamente a maioria deles custam de 40 reais pra cima.

por: GISELE SANTOS (BOOM!)
fontes: Youtube, sites oficiais

4 comentários:

0ooALEoo0 da silva sauro ximba disse...

nossa vi os videos e adorei!!!
é uma pena não serem mais preços populares
mais ta valendo, temos que gastar um pouco mais, eu acho que vale a pena os 40 reais ou 20 reais, pelo menos o riso ta garantido

Bebeto disse...

cultura no brasil é pra poucos
é tudo muito caro
livro
cd
shows
teatro
o jeito é ver tudo pela internet
pelo menos a internet não deixa que a cultura seja pra poucos

Ida Kazue disse...

GIIIIIIII

arrasou com o post!!!
E posso falar, o Bebeto e o Ale tem razão...cultura no Brasil é caro...mas viva a internet! Viva o BOOM! Viva a Gi que nos traz cultura!!!

Bjks !!!

Confiança num dia após o outro disse...

Olá eu sei que parece meio bobo mas kmo faço para fazer parte da equipe boom?
bjus